A Toshiba principal concorrente da Sony, desistiu de comercializar Tvs ultra finas gigantes de Oled. A empresa japonesa havia anunciado a produção em massa e comercialização dos televisores gigantes de OLED para o ano de 2009 ou 2010, acabou desistindo devido o alto custo para produção.

Mas a Toshiba pretende seguir o plano de produção em larga escala de monitores Oled, em telas de menores dimensões. A Sony sua rival já fabrica e vende monitores Oled com TV XEL-1 de 11 polegadas, mas ainda em pequena escala, mas que já contribui para começar lentamente a produção e amortizar tecnologia OLED no mercado.

Como lembrete, a tecnologia OLED irá reduzir ainda mais o tamanho das telas, uma vez que não exigem retroiluminação como e o caso do LCD, e ainda conta com cores muito mais vivas e profundas e um tempo de resposta quase que instantâneo.