Segundo a descoberta de um grupo de Cientistas da universidade de York os compostos disponíveis nos monitores de lcd pode auxilia na regeneração dos tecidos humanos. Onde os componentes da estrutura dos monitores podem ser transformados em regeneradores de: pele e até mesmo pílulas para remédios.

Onde na maioria desses monitores quando são descartados eles são jogados em aterros sanitários, os pesquisadores querem dar um final mais bonito e mais saudável para o meio ambiente e ainda salva vida humanas, os pesquisadores sugeriram que o PVA (composto álcool de polivinila ) produto principal dos monitores de telas de cristal líquido possa ser reutilizados e serem transformados em substâncias que auxiliam na: regeneração dos tecidos do corpo humano, onde para conseguir a substância do PVA expandido seria preciso apenas um processo bem simples como aquecer o PVA contido nas telas de lcd em um microondas e seguida um processo simples de lavagem para higienização com etanol.

Os pesquisadores divulgaram ainda que teriam várias vantagens com o uso, onde suas pesquisas apontaram que não e produzido nenhum resposta do sistema imunológico em humanos onde seria perfeito para ser usado na biomedicina. Onde ainda o material poderia vir a ser utilizados para fabricação de pílulas e até mesmo curativos que são feitos para levarem remédios a determinados pontos do corpo humano completou.

Com uma estimativa de aproximadamente “2,5 bilhões de telas de cristal líquido” que estão prestes ao fim de sua vida útil, seria uma excelente oportunidade de tentar controlar esses materiais que são descartados e reciclá-los e ainda salva vida, disse o professor James Clark diretor do Centro de Excelência Verde da Universidade de York.